sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Três de Paus de graça

Neste sábado, 29/08, a partir das 16h, e DE GRÁTIS, o Três de Paus toca m São Paulo, em frente à loja Matic (R. Teodoro Sampaio, 850). Será um show especial, em comemoração ao aniversário do baterista Douglas Las Casas. Não dá pra perder: bom som e gratuíto! Só falta o Douglas pagar a festa depois! Rá!

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Kiko Freitas faz Master Class em Porto Alegre

Kiko Freitas é um baterista que dispensa apresentações. Sua música está acima de rótulos, sua carreira é impecável, desde o rock firme de Frank Solari até a beleza instrumental do Nosso Trio.

Dia 4/9, sexta, ele dará uma Master Class no Bateras Beat de Porto Alegre, em dois horários: às 16h e às 19h. As vagas são limitadas (bem limitadas!) e a inscrição custa R$100. Mais informações no Bateras Beat PoA (R. Garibaldi, 698), pelo telefone (51) 3779-0268 ou pelo e-mail baterasbeatpoa@baterasbeat.com.br.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Retomando a técnica

Calma, bateras de todo Brasil. Fico imobilizado só mais esta semana. Em breve voltaremos à nossa programação normal. Nesse meio tempo, enquanto estava eu com o braço na tipóia, fiquei encucado com o tempo que perdemos quando sofremos alguma situação destas. No meu caso, já é a terceira vez que me quebro. Na primeira fui atropelado e quebrei o braço direito (essa foi feia...), na segunda quebrei o pé direito jogando bola (e o Pércio Sápia me disse que baterista tem que jogar baralho, hahaha!). O fato é: em todas as ocasiões, fico parado e a técnica dança. E isso acontece com todos os que dão esse azar. E o que fazer?

Da primeira vez que quebrei fiquei parado mesmo. Como foi feio (até coloquei pino), o braço direito doia em qualquer situação, e deixei as baquetas de lado durante a recuperação. Quando voltei, peguei várias dicas com um grande amigo e baterista baterista, o Vlad Rocha. O mais importante que veio do Vlad foi a maior força. Valeu!

Da segunda, quando quebrei o pé direito, aconteceram duas coisas. Primeiro, durante o período em que estive parado, o Pércio Sápia me passou um exercício ótimo que ele aprendeu com Rubinho Barsotti em pessoa: os 100 pulsos. É simples! Coloque o metrônomo numa velocidade confortável pra fazer semicolcheias. Toque quatro semicolcheias por beat e vá contando de 1 a 100, primeiro com a direita, depois com a esquerda. Depois, toque com as duas mãos, mais aí serão fusas, mais 100 pulsos. No dia seguinte, aumenta um beat no metrônomo e vai de novo.

Segundo, logo que tirei o gesso do pé e cocei tudo o que precisava, outro amigo, o Manny Monteiro, me disse pra apertar bem a mola do pedal do bumbo e fazer muito a página 3 do livro "Bass Drum Control", de Colin Bailey.

Toquei com a mola tensa por mais ou menos um ano, e já estava esquecendo dela quando o Leandro Lui esteve em casa e disse que eu era louco de tocar daquele jeito, e baixei a tensão. Mas usar a tensão alta ajudou bastante! É como pedalar numa bicicleta ergométrica.

Agora aqui estou, em franca recuperação e pensando em qual exercício vou usar pra retomar a técnica. Alguém tem alguma sugestão? Claro, não é só pra mim, é pra todos os bateras que passam por essa situação. Se alguém tiver alguma dica boa, poste nos comentários.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Teoria e Percepção Musical com o maestro Mário Zaccaro

Praqueles que querem aprofundar seus conhecimentos musicais, o maestro Mário Zaccaro vai ministrar um curso composto de quatro módulos de quatro meses cada um, a partir de setembro. No programa está incluso desenvolvimento das habilidades de leitura e percepção musical, passando pelos repertórios erudito e popular. É pré-requisito do curso ter conhecimentos elementares de música.

Mais informações no site do maestro ou pelo telefone (11) 9296-5450, com André.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Casa de Marimbondo em Franca - SP

No próximo dia 20/8 o quarteto de baterias Casa de Marimbondo (Jayme Pladevall, Alex Reis, Pepa D'Elia e Daniel Gohn) toca no Auditório CCBEU, em Franca (SP). O programa começa às 18h com um workshop dos bateristas e, às 20:30, o grupo ataca com seu show.

Um dos integrantes do Casa, Alex Reis conta que há sete anos este show é esperado por lá. "Desde quando iniciamos o projeto ainda não havia dado certo de nos apresentarmos por lá", ele conta.

Para informações, reservas e compra de ingressos, ligue para Drum Studio (16) 3017-8380; CCBEU (16) 3724-4300 ou Atensom (16) 3406-4683. A casa tem só 115 lugares, então é bom ficar esperto!

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Três vezes Pedro Prado

O baterista Pedro Prado mostra sua música três vezes esta semana.

A primeira amanhã, 13/8, com Carrah Flahive (voz), Fabiano de Castro (piano), André Bordinhon (guitarra) e Franck Roberson (baixo), no Bar B, às 22h.

A segunda sexta, 14/8, com Guilherme Ribeiro Acordeon Trio, junto com Guilherme Ribeiro (acordeon) e Marcelo Cabral (baixo), no Jazz nos Fundos, às 21h.

A terceira sábado, 15/8, com JPTrio, junto com João Paulo Gonçalves (guitarra) e Rui Barossi (baixo), de novo no Bar B, às 22h.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Nota de Falecimento

Faleceu no último sábado, 8/8, o empresário Michel Bex, proprietário da Multialloy, empresa fabricante dos pratos Orion. A direção da companhia divulgou a seguinte nota:

É com extremo pesar que comunicamos o falecimento do nosso fundador e presidente Sr. Michel Bex.
Em vida, demonstrou enorme interesse pelas pessoas e sempre buscou alternativas para que àqueles que o rodeavam fossem felizes.
Como empresário, era visionário e empreendedor.
Como indivíduo, era um SER de LUZ.
E nós, da Orion Cymbals, seguiremos o seu exemplo de perseverança, coragem e humanidade.
Agradecemos também, ao carinho e dedicação de todos os que fizeram e fazem parte da nossa história, da história do Sr. Michel Bex.
Atenciosamente,
Diretores e Colaboradores
Orion Cymbals

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Sérgio Gomes lança a versão em português de seu livro

Neste sábado (8/8) o baterista, professor e pesquisador Sérgio Gomes faz workshop de lançamento da versão em português de seu livro "Novos Caminhos da Bateria Brasileira" na Livraria Cultura do Shopping Bourbon Pompéia (r. Turiassú, 2.100, São Paulo) às 18h.

O ingresso é 1kg de alimento não perecível.

Citando Leandro Lui: "para quem não conhece o ótimo trabalho do Sérgio vale muito a pena dar um pulo lá; pra quem já conhece é uma boa reciclagem".

O Baterista de mau-humor

Aqui estou eu, sem postar há alguns dias, mas com uma boa justificativa: quebrei o braço num tombo de escada. Mas tranquilizem-se, não foi nada de mais. Uns quinze dias com o braço na tipóia e tudo se resolve.

A desvantagem, nesse período, é que só postarei quando aparecerem situações realmente interessantes, ou quando o bom humor permitir (ou seja, esperem sentados: sem tocar o bom humor vai pro quiabo).

Daí, se você está em Florianópolis e não tem nada pora fazer AGORA (11:30), vá pro Bosque da UFSC que às 13h o Cravo-da-Terra vai tocar, e você poderá acompanhar o trabalho de Rodrigo Paiva, grande batera e percussionista do grupo, que já esteve nos vídeos do site.

É de graça, não dá pra perder!

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O grande Nenê no site

Nenê é parte da maior revolução da música brasileira. Já tocou com ícones da música instrumental como Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti e Duofel, e no clássico álbum "Falso Brilhante", de Elis Regina. Sua musicalidade é inconteste, tanto à bateria quanto ao piano. E seus alunos atuam nos mais diversos trabalhos. Aos 62 anos, incansável, ele lança "Outono", novo álbum do Nenê Trio, e seu novo livro "A Bateria Brasileira no Século XXI".

Pra conhecer mais: o novo álbum do Nenê Trio "Outono" está disponível on line. Clique aqui pra ouvir e baixar as músicas. E clique aqui pra entrar no canal do YouTube.

E vamos ver ao vivo que é onde se sente a pressão: o Nenê Trio fará uma temporada no Jazz nos Fundos (R. João Moura, 1076, em São Paulo), nas seguintes quintas-feiras: 6 e 20/8 e 3 e 17/9. Vamos assistir, que é imprescindível pra formação de qualquer baterista.

Além dele, também falamos com Phil Knight, baterista de Londres, que quebrou o recorde de maior tempo tocando bateria: tocou por mais de 4 dias sem parar.

E uma conversa séria: de onde vem a tal crise da música brasileira? Do músico, ou da relação com a música? Arlem Ribeiro fala mais sobre o assunto.

Clica e vai!

sábado, 1 de agosto de 2009

II Encontro de Bateras em São Paulo

Olha lá, galera: quinta passada rolou o II Encontro de Bateras, no Hangar 110, promovido por Hellno e Bateras Beat. Foi um ótimo encontro, veio mais gente, com bateras mais legais, todo mundo se divertiu*. Tocamos o Bateras 100% Brasil, fizemos solos livres, gravamos a galera tocando o Tribal (cheque o vídeo) e tiramos muitas fotos. Como bônus, Dino Verdade, Xande Tamietti, Nô e Amilcar Christófaro tocaram a "Locomotiva" pra animar.

Desta vez farei diferente: postarei só algumas fotos. Quem quiser baixar o pacote com todas as fotos, de todos os participantes e algumas extras, clique aqui. Se você também tiver fotos e quiser compartilhar com a galera, deixe o link pra baixar nos comentários.

A galera e as bateras:

















Vááárias bateras:

















E quem disse que é brinquedo de menino?

















Nô e a linha de frente:

















Todos tocando o Tribal:



* - Todo mundo menos eu... Estou com o braço machucado e fiquei só tirando fotos...