sexta-feira, 29 de abril de 2011

Ramon Montagner e Luiza Possi


O grande Ramon Montagner toca hoje na gravação do DVD de Luiza Possi, no Citibank Hall, em São Paulo. Na gravação haverá participações de Zizi Possi e Ivete Sangalo e o show promete muito. De Ramon, certamente virá aquele suingue, aquela musicalidade e o bom humor de sempre. Aliás, no blog do Ramon ele vem postando fotos e falando da expectativa pro show. Vale conferir.

Caio Bertazzoli toca com Brisa

Hoje, 29/4, o baterista Caio Bertazzoli acompanha a cantora Brisa no show de lançamento de seu CD. No repertório, as composições autorais de Brisa, que é formada em música pela Unicamp e poetisa de belas imagens. Não, não é show pra ver a bateria quebrando tudo. É show pra se apreciar com tranquilidade, ouvir melodias e o conjunto instrumental. Aliás, o instrumental é de primeira linha. Além do Caio e da Brisa, cantando e tocando violão, estão na banda Beto Kobayashi (guitarras e violões, professor do EM&T Campinas), Diego Brianezi (baixo) e José Camilo Neto (teclado). E também haverá a participação de Willy Guevara. Será no auditório da Livraria Cultura do Shopping Iguatemi de Campinas (Av. Iguatemi, 777), a partir das 19h, com entrada franca.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Blog das vassourinhas
























O meu amigo, grande baterista e "brushman" Nelton Essi colocou no ar seu blog sobre vassourinhas e já está quebrando tudo. Há aulas e reflexões sobre a bateria executada com vassourinhas, há vídeos e artigos do prórpio Nelton e de outros grandes músicos (inclusive, logo no começo, um texto de Jeff Hamilton!). Importantíssimo e imperdível!

Achei!
































Eu sempre cito o livro e ainda não tinha achado o serviço completo, mas finalmente achei! Em "Is Jazz dead (or has it moved to a new adress)" (Paperback, 2005), o crítico britânico Stuart Nicholson lançou uma bela polêmica para o meio jazzístico. Ele defende que, ainda na década de 1980, o jazz feito nos Estados Unidos perdeu sua veia criativa, caindo em clichês e releituras. Segundo Nicholson, a essência inovadora do jazz e seu modus operandi não estão mais nos EUA, mas em outros continentes, principalmente na Europa. E podemos incluir aí, sem restrições, o Brasil, principal exportador de músicos criativos. Eu concordo com a opinião de Nicholson. Adoro o trabalho de Winton Marsalis, por exemplo, mas todas aquelas regras e definições, que tornam-se restrições, engessam o espírito criador do jazz. Ok, Marsallis está defendendo o ritmo do jazz, e está muito certo (isso é memória), mas todo engessamento "mata" a arte. A manutenção da memória do ritmo é algo como uma fotografia: ao mesmo tempo eterniza e mata o momento, já que a foto faz todo mundo lembrar do que está retratado, mas o tempo é fluxo, portanto não pode ser parado. Da mesma maneira a música, e a arte.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Vários ritmos de um mesmo mundo


Na próxima terça, dia 26/4, no EM&T Jabaquara (Av. Eng. George Corbisier, 100, ao lado do metrô Conceição), quatro grandes bateristas farão um grande workshop (grande mesmo: serão oito horas!) abordando vários ritmos e assuntos. Os bateristas são Bob Wyatt, Paulinho "Briga" Vieira, Christiano Rocha e Giba Favery, e entre os muitos assuntos que serão abordados estão vários ritmos (inclusive salsa e flamenco), criação de levadas, técnica e leitura à primeira vista. A peleja é boa, hein?

Vai começar às 14h e deve ir até às 22h. Se você estuda ou trabalha na parte da tarde, não tem problema. Pode chegar mais tarde. O curso é todo apostilado e tem certificado no final. O valor da inscrição fica entre R$10 e R$15, dependendo da hora que você chegar. Pra inscrições e mais informações, ligue no EM&T: (11) 5012-2777.

E se alguém trabalha com algum projeto (como Projeto Guri, por exemplo) ou casa de apoio, entre em contato que é possível colocar a molecada pra ver também.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Workshop on line


Hoje, a partir das 16:30, Nenê dos Santos apresenta o primeiro workshop de bateria on line do Brasil (pelo menos que eu tenho notícia). Vai rolar na web TV Portal Osasco e é de graça (claro!), dentro do programa Passando o Som, que é apresentado pelo próprio Nenê. No workshop, o baterista fala sobre ritmos diversos, técnica e sobre a vida de músico.

E, em primeira mão: o convidado de semana que vem (26/4) no programa é a banda Shaman, com Ricardo Confessori na bateria.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Bate-papo com Aquiles Priester


O Conservatório Cora Pavan Capparelli de Uberlândia recebe o baterista e fundador da banda Hangar, Aquiles Priester (que se apresentou no Modern Drummer Festival 2011 nos EUA), para o lançamento da sua biografia oficial "De Fã a Ídolo". A obra retrata todo o desenvolvimento pessoal e artístico da trajetória do músico, mostrando o que fez com que Aquiles se tornasse um dos principais bateristas de rock do mundo, respeitado por músicos como Nicko McBrain (Iron Maiden) e Mike Portnoy (Dream Theater).

Será nesta sexta, dia 15/4, a partir das 18h, no Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli, sala Sebastião Vitorino. Ingressos no xerox do Conservatório ou com a professora Tatiana de Bateria (sala BT013). Mais informações pelo telefone (34) 3232-1530.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Aulas particulares com Sergio Gomes


Sergio Gomes é um baterista de grande experiência. É autor do livro “Novos Caminhos da Bateria Brasileira” (editado no Brasil pela Vitale e no exterior pela Advance Music), gravou os CDs do grupo de jazz brasileiro Terra Brasil, Sergio Rossoni Grupo, Carlinhos Antunes, o recente Snow Samba, com Don Thompsom, entre outros grupos e cantores. E é claro que ele já passou pelo site. Ele acaba de retornar de quatro anos vivendo em Nova Jersey (EUA) onde fez mestrado em jazz arranging (arranjo jazzístico) e já ministrou workshops pelos EUA, Canadá e Europa. É professor da Faculdade Santa Marcelina, da Fundação das Artes de São Caetano e agora também está dando aulas particulares de bateria em seu próprio estúdio, em São Paulo. Para obter mais informações, entre em contato pelo email sergio@sergiogomes.com ou ligue (11) 8905 1187. Visite www.sergiogomes.com e www.sergiogomesbateria.blogspot.com

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Jonatas Sansão convida Michel Leme

O baterista Jonatas Sansão toca com seu quarteto (Thiago Alves no baixo, Paulo Malheiros no trombone e Lucas Macedo no sax) hoje e de novo dia 18/4, a partir das 19h, no CCPC (R. General Jardim, 269), e o grupo convida o guitarrista Michel Leme pra quebrar tudo com eles. No repertório, standarts e composições autorais, mas o mais interessante são os improvisos quentes. Ingressos a R$15.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Lael Medina em S. J. dos Campos

O baterista Lael Medina completou 20 anos de carreira em 2010 e lançou seu primeiro CD solo, Mundo Brasileiro. Amanhã (9/4), às18h, ele faz show do álbum no SESC São José dos Campos (Av. Adhemar de Barros, 999), com entrada franca. Neste show, apresenta o repertório do disco na íntegra, ao lado de grandes músicos da cena paulistana: Leo Mitrulis (teclado), Josué dos Santos (saxofones e flauta), Marcos Paiva (baixo acústico) e Dino Barioni (guitarra).

terça-feira, 5 de abril de 2011

Bateras 100% Brasil na Virada Cultural

O Bateras 100% Brasil vai fazer a abertura da virada cultural 2011, dia 16/4, às 18h, no Vale do Anhangabaú. A abertura perfeita para um evento Cultural e social. Dino Verdade, idealizador e organizador do Bateras 100% Brasil, disse: "Queremos fazer um grande encontro de gerações da bateria Brasileira, uma festa homenageando grandes bateristas. Entre os temas que vamos tocar estão 'Ponteio' (um baião do compositor Edu Lobo), 'Eu só quero um xodó' (de Gilberto Gil), a clássica 'Brasileirinho', 'We Will Rock You' (Queen) e 'Cantaloupe Island' (de Herbie Hancock), entre outras. Teremos a participação da F.A.M.A (Fanfarra de Atibaia, com 22 percussionistas e 40 sopros), tocando temas, além de bateristas do ABC, Atibaia, Sorocaba, São José dos Campos, Vinhedo, Campinas, Registro, Jundiaí, Suzano, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre..."

E o convite está aberto: se você quiser participar e tocar no evento, basta se inscrever pelo site do Bateras 100% Brasil. Estão acontecendo ensaios e todos os bateristas são convidados. Pro dia da apresentação, cada baterista tem que levar seu prórpio instrumento (caixa, bumbo, surdo, chimbal, prato de ataque, e ferragens) e os 200 primeiros a chegar ao local do evento pra montagem (a partir das 14h) ganham um kit com camiseta, splash 8" Orion, chave de afinação Hutch Drums, 200 pontos para desconto em compras no site Batera Store e adesivos das marcas apoiadoras do evento.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Felix Astor e Gabriel Improta


O baterista alemão Felix Astor, de formação jazzística e com um belo trabalho de independência polirrítmica (e eu já falei dele), aproveita sua passagem pelo Brasil pra tocar com o guitarrista Gabriel Improta. Nesta quarta, 6/4, será no Centro Cultural São Paulo, às 21h, com entrada franca (mas é preciso retirar os ingressos com antecedência). E dia 8/4, sexta, será no Jazz nos Fundos. Oportunidades muito boas de se ver grandes músicos atuando.







Gabriel e Felix